segunda-feira, 30 de maio de 2011

Novo Desafio - Cinema

Day 24 (A movie that I want to play at my funeral):

Letters To God

Mas sou só eu?

Que achou que as mais elegantes ontem, na Gala dos Globos de Ouro, foram a maravilhosa Daniela Ruah e a lindíssima Maria João Bastos?

Que achou que a sucessão de piadas da Bárbara em relação aos outros canais e afins brilhantes?

Battle: Los Angeles e Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides

Battle: Los Angeles


Não é um filme fascinante nem trás grande coisa de novo mas vê-se bem. Eu gostei e aconselho.


  
Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides


Gostei muito, muito. É sempre óptimo ver o Johnny Depp na personagem do Jack Sparrow, eu pelo menos,adoro! E, este filme, não é excepção. A Penélope também está fantástica (e eu que nem lhe acho grande piada). Mas, embora, tenha gostado mais de outros filmes desta sequela este não me desiludiu e eu gostei mesmo como tudo acabou. Aconselho a verem mas, não aconselho a pagarem um balúrdio para o irem ver em 3D, acreditem, não vale a pena.

quinta-feira, 26 de maio de 2011


(Oh. *.*)

Hereafter e Red Riding Hood

Hereafter


Achei este filme super melancólico, não tem mesmo grande ritmo e é pena. Não é uma história brilhante, apaixonante, nem que nos cole ao ecrã mas, eu gostei. Não por ser fantástico mas pela história em si. Achei piada acompanharmos a vida de três pessoas tão distintas, de países diferentes até e, vermos toda a evolução até, por fim, se encontrarem. Faz-me crer que realmente o nosso mundo é mesmo pequenino e que as coincidências não existem. Aconselho mas, atenção, que não é um filme que agrade a toda a gente.



Red Riding Hood


 A discrição deste filme, para mim, baseia-se em algo muito simples: É a junção do Twilight com o The Village. E pronto, é só isso. (Que tristeza!)

Novo Desafio - Cinema

Day 21 (A movie that I watch when I'm happy):

Good Luck Chuck

terça-feira, 24 de maio de 2011

Unstoppable e Limitless

Unstoppable


Gostei bastante. É um daqueles filmes típicos americanos: Acontece algo imprevisível, o que vai despoletar uma série de eventos que põe em risco toda a população mas, no final, existe um herói que consegue parar o inevitável. Ou seja, o normal. Mesmo assim, gostei bastante da história. Tudo isto acontecer num comboio é original e na verdade é um filme que nos deixa com o coração nas mãos do início ao fim, um filme que nos faz vibrar e que nos sabe cativar. Aconselho.



Limitless


É um filme com um enredo bastante original o que só por isso me cativou. Gostei. É um filme interessante, que nos faz pensar e que nos leva a ultrapassar os nossos limites (ou a desejar ultrapassa-los). Não é brilhante, atenção, pelo menos eu achei que existiam certos efeitos um bocadinho mal feitos (ou quiçá exagerados) e algumas falhas técnicas. Mas a história vale por si. De salientar que o Bradley Cooper esteve mesmo muito bem neste papel, vale a pena ver. Aconselho.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

domingo, 22 de maio de 2011

Último a Sair


Digam-me, por amor de Deus, que não sou a única a morrer a rir sempre que vejo este programa e a considera-lo um dos melhores (se não mesmo o melhor) realizado nos últimos tempos! 

(Uma salva de palmas a quem inventou isto por favor.)

Novo Desafio - Cinema

Day 19 (A movie from my favorite director):

Kill Bill

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Novo Desafio - Cinema

Day 16 (A movie that I used to love but now hate):

Jackass, The Movie





Day 17 (A movie that I see often on TV):


American Pie

Drive Angry, The Roommate e Fast Five

Drive Angry


Sinceramente, acho que foi dos filmes mais estranhos que alguma vez vi na minha vida. Achei a história sem piada nenhuma chegando mesmo a roçar a estupidez.O Nicholas Cage desiludiu-me tanto que nem tenho palavras para descrever. A única coisa que me fez ver o filme até ao fim foi, sem dúvida alguma, a personagem protagonizada pela actriz principal (Amber Heard). Que grande mulher pá, sim senhora. 
De resto, não aconselho.


The Roommate


Uma viciada em séries como eu tinha que ver obrigatoriamente este filme. Nem imaginam como andava ansiosa mal vi o trailer. Isto porque as personagens principais são a Leighton Meester da série Gossip Girl, a Minka Kelly da série Parenthood, a Alyson Michalka das Hellcats e a Danneel Ackles do One Tree Hill. Já para não falar da participação dos não menos conhecidos: Cam Gigandet do filme Twilight, o Matt Lanter da série 90210 e o Billy Zane do mítico Titanic. Sem dúvida que todos juntos num só filme me chamou (muito) a atenção e aguçou a curiosidade. Verdade seja dita, tinha duas expectativas completamente diferentes para este filme: Ou que seria brutal ou que simplesmente seria uma bela treta pois, quando se juntam muitas estrelas num só filme só costuma acontecer apenas uma destas hipóteses. E, a verdade é que eu gostei. Não foge muito às histórias do mesmo género mas, tem algo de especial. Não é de todo brilhante (confesso) mas, acreditem, adorei ver principalmente a Leighton noutro registo, surpreendeu-me e, ainda gosto mais dela como actriz. Aconselho.


Fast Five


Até há bem pouco tempo não ligava nenhuma a este género de filmes mas, o meu querido namorado que ama completamente esta sequela "obrigou-me" a ver os quatro filmes seguidos e, confesso que até comecei a achar piada. Por isso, ontem fui com ele ver o último ao cinema e adorei. Para mim é o melhor de todos. Mas, tenho um bocadinho medo da opinião dos verdadeiros fãs desta história, isto porque o meu namorado por exemplo diz que este último o desiludiu um bocado, diz que esperava mais. Eu, no entanto, como leiga que sou neste registo de filmes só vos posso dizer que adorei mesmo. Para mim foi realmente o que teve mais piada, o que me prendeu do inicio ao fim e, melhor, me fez sair da sala de cinema a pensar como seria o próximo. Sim minha gente, vai haver o sexto como toda a certeza. Vejam! Aconselho, aconselho e aconselho, sem dúvida.

P.S. - E a parte do nosso Joaquim D'Almeida participar neste filme também é muito importante (e fez tão bem o seu papel, foi fantástico). Ah e o filme ser (quase) metade falado em português também digamos que me encheu o coração. (Orgulho minha gente, muito orgulho é o que vos digo.)

Seriously?




Ai Dicaprio, Dicaprio... Se fosse a Leighton Meester eu ainda era capaz de compreender agora, trocar a maravilhosa Bar Refaeli pela Blake Lively? Epá, não consigo (mesmo) perceber.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

E a minha mais recente dúvida é:

Ir dia 6 de Julho ao Optimus Alive?


Ir dia 7?


Ou ir dia 16 de Julho ao Marés Vivas?





(E nem vamos falar do Delta Tejo que é melhor. E, pronto, não sei o que decidir. Sugestões?)